Mostrar mensagens com a etiqueta 13 fevereiro. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta 13 fevereiro. Mostrar todas as mensagens

2016/02/13

2016 02 13 - Neste dia, em 1947, cheguei a este planeta. Hoje também é d...



Para evitar equívocos futebolísticos, sou Benfiquista dos sete costados. A foto dum jardim com um leão envolto num cachecol do SCP que aqui aparece, acontece por acaso. Dei uma volta pelos arredores cá de casa, na freguesia da Barreira, ali para os lados da Mourã com o rio Lena cheio de água e flores numa primavera que se avizinha temporã, apesar do tempo estar farrusco.

2013/02/13

13 de Fevereiro 2013

Um companheiro de muitos anos ...
No decorrer de uma sessão de fotografia, à volta de minha casa, o "rapazito" vinha a subir as escadas do jardim, no topo nascente, e aqui ficou retratado, a olhar-me, na varanda, de máquina em punho.
Já está a ficar velhote, o "rapazito" ... 

Hoje é 13 de Fevereiro! Uma data que me diz muito, sobre a qual já aqui deixei algumas referências ...


Claro que me vêem à memória, infalivelmente, as imagens indeléveis do meu pai Daniel e da minha mãe Encarnação, ainda vivos. Espero que por mais uns bons anos ...

Ocorre-me recitar Ruy Belo, num fragmento do seu poema "Meditação Anciã":

[...]
Já hoje quando passo se não abre nenhum espaço
e não cai quente nada cai cansaço
e se é muito o que faço afinal só envelheço
...

E aqui temos este homem que envelhece ao sol de outono num jardim
que dissimula a idade entre representantes da diversa juventude
que ingenuamente oculta as rugas junto de futuras faces
que olha para s folhas dúbias dos vizinhos plátanos e sabe
que amarelece e cai antes talvez que todas elas
homem que só talvez disponha desse espaço de um domingo para envelhecer
coisa não tão terrível como possa parecer
homem de olhos molhados homem
que até na morte busca uma forma de viver
[...]


E muitas mais fotos das flores e árvores do meu jardim aqui deveria mostrar, ainda que já tantas vezes as tenha exposto, eu e elas também não queremos meter-nos à força pelos vossos olhos adentro, fica para uma próxima vez...
Mas há uma que ela própria lamenta não se poder oferecer: uma camélia carmesim, duma beleza sem fim, a D. Herzília Magalhães, com a sua presença tal como ainda espero que possa ser vista este ano (pode-se apreciá-la neste sítio ).

E afinal
hoje ainda
por aí anda
o Carnaval

Atento, Venerador e muito Obrigado pela vossa simpatia ...
e paciência ...
@as-nunes

2012/02/13

Viva o 13 de Fevereiro!

Durante o dia, esta camélia, belíssima, retratei-a eu no meu jardim, talvez um pouco desfavorecida pelos frios intensos que se têm feito sentir...

Esta vista panorâmica é uma das minhas companhias diárias...
E não me podia esquecer de fazer referência ao 1º "Dia Mundial da Rádio" instituído pela UNESCO, ou não fosse eu radioamador desde 1980 (CT1CIR).

 65 anos da colheita de 1947, concentração à média luz, um filme a correr, suspense!...
(foto da Maria Inês Nunes)

Tínhamos reservado uma festarola de arromba no Hotel Cinco Estrelas, mas acabámos por ficar em casa, em família...
(foto da Maria Inês Nunes)
Mas valeu a pena, ora digam lá que não.
A diferença de idades correspondente a três gerações, sendo que a mais idosa tem 93 anos e a mais novinha 4.
@as-nunes 

2012/02/12

Porque amanhã é 13 de Fevereiro!...


Se eu morasse aqui nesta povoação, ali mesmo ao lado do santuário de Fátima, se calhar nem comprava relógio de pulso. Claro, teria que passar o meu tempo por ali perto, aliás bancos públicos para repousar e local etéreo para dormitar sobre o que o pensamento discorre continuamente, qual marioneta comandada por um fio impercetível,  é o que mais há naquelas redondezas.

Ora então vamos ao que me trouxe aqui, agora, muito prosaicamente, que já tenho o cérebro cansado de tanto pensar, vejam lá que até já faço parte de um clube dos pensadores, cujo blogue frequento com assiduidade, mas matamo-nos a apregoar as maleitas deste mundo e do nosso país, e a vida, traiçoeira, sádica, demoníaca, dinheiro como objetivo máximo, continua na mesma. 
O Homem não tem emenda. Será que algum dia conseguirá mudar de rumo, tornar a vida mais fácil para todos, promovendo uma vida efetivamente comunitária?

Então:

O Sol, que até abunda neste país extremo Oeste da Europa, proporciona um dos melhores e mais eficazes relógios do planeta. Esta fotografia foi tirada eram para aí umas x horas - y minutos, seguia eu de carro, parei e virei-me para Nascente.

Dado que estamos em meados de Fevereiro, mais minuto menos minuto, que horas seriam?
Eu cá tenho uma referência importante e, portanto, até nem tinha grande dificuldade em precisar a hora local exata, mas deixo-vos aqui este desafio.

Que horas seriam quando eu, sempre aluado a ver imagens encaixilhadas, me decidi a tirar mais uma das milhares de fotografias que já tenho no meu currículo de eterno amador, fotografia de ocasião do que me vai ocorrendo?...

E esta hem? 
Olha como o Fernando Peça também veio à baila!...
-
Daqui a umas horas farei xx anos, diz que nasci em 1947, portanto... 
Sexagenário oficialmente assumido, que remédio!
O Tempo bem pergunta ao tempo quanto tempo o Tempo tem, mas o tempo não tem resposta, limita-se a prosseguir a sua marcha, indiferente, qual sombra a acompanhar as evoluções do Sol, sem apelo nem agravo!...
-
nota:
Continuo a arriscar-me a escrever segundo o Novo Acordo Ortográfico 
(penso eu que sei algumas regras básicas, que as de mais pormenor ainda não as assimilei, nem sei mesmo se as mais elementares já as consigo usar com rigor; é que estou mesmo sem pachorra nenhuma para ler com olhos atentos os livros que comprei sobre a matéria. E os filólogos, Deus meu, quem os atura, com carradas de razão para se insurgirem contra este "atentado à Língua Portuguesa"?...)

Afinal alguém me sabe dizer se o tão propalado (des)Acordo Ortográfico sempre vai avante ou não?!...

2010/02/13

13 de FEVEREIRO - UMA DATA MEMORÁVEL


a)


«O homem não nasceu para trabalhar,
nasceu para criar.»
.
«Se fosse possível explicar-te tudo
não precisarias de perceber nada.»
.
«Deus não se afirma nem se nega:
Deus É, mesmo quando não é, uma plena manifestação
da sua suprema liberdade.»





O dia tem estado lindo, luminoso, um Sol de Inverno frio, muito frio...

Mas este dia é, efectivamente, muito importante. Para começar porque foi num dia 13 de Fevereiro do já longínquo ano de 1906 que nasceu um grande pensador, filósofo como não podia deixar de ser. Mas, antes de mais, um grande pensador e um excepcional conversador, talvez o maior de todos os tempos.
Agostinho da Silva (13 de Fevereiro de 1906 a 3 de Abril de 1994).


Parece que o estou a ouvir, na RTP, a falar das coisas da vida, sob todos os ângulos, com uma simplicidade, fluidez de raciocínio e desmistificação dos grandes enredos científicos da filosofia, que até parecia que a vida era simples de se viver. E seria, e não fosse o Homem a complicar tudo. A seguir por vias sinuosas quando tem o caminho da simplicidade e do desprendimento do supérfluo mesmo à sua frente.


Enfim, somos complicados de mais e pensamos pouco, antes de actuar. De modo que passamos a nossa vida a tentar emendar as asneiras que fazemos no imediato do dia a dia.

Porque me ocorreu, muito simplesmente, aqui estou a registar esta entrada neste meu blogue, o meu caderno de notas, sobre este dia 13 de Fevereiro, por sinal o do ano de 2010.


Quais os factos que me mais me marcaram neste dia para, todo o  sempre?  E então não é, que, precisamente num dia 13 de Fevereiro mas do ano de 1947, também nasceu mais um ser humano, que já está a dar a sua 63ª volta ao Sol e que dá pelo nome de António, este que se escreve agora? E que nasceu numa aldeia perto de Viseu? 

Questão de somenos, dirão. Eu também sou tentado a dizê-lo, mas, bem vistas as coisas, somos todos muito importantes. Muito mesmo. Todos sem excepção.

In Wikipedia:
Nasceram neste dia...
Morreram neste dia...
Várias outras anotações aqui poderia deixar relativamente a este dia. Uma delas poderia ser, sendo eu católico, a referência a santos devotados neste dia:
Santo Martiniano, monge eremita, Atenas, Grécia, 422
Martiniano era um monge eremita, mas acabou se tornando um andarilho para que o pecado nunca o achasse "em endereço fixo". Martiniano era natural da Cesaréia, na Palestina, nasceu no século quatro.
Santa Catarina de Ricci, religiosa, +1590
Pertencia à nobre família Ricci, da cidade de Florença, no centro da Itália, onde nasceu em 1522.
Santo Gregório II, Papa de 715 a 731, Gregório nasceu no ano de 669. Pertencia a uma família cristã da nobreza romana, o pai era senador e a mãe uma nobre, que se dedicava à caridade. Ele teve uma educação esmerada junto à cúria de Roma. Muito culto, era respeitado pelo clero Ocidental e Oriental. Além da conduta reta, sabia unir sua fé inabalável com as aptidões inatas de administrador e diplomata. Tanto que, o papa Constantino I pediu que ele o acompanhasse à capital Constantinopla, para tentar resolver junto ao imperador do Oriente, Leão II, que se tornara iconoclasta, a grave questão das imagens. Escolhido para o pontificado em 19 de maio de 715, Gregório II governou a Igreja durante dezasseis anos.


Posted by Picasa