Mostrar mensagens com a etiqueta radio. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta radio. Mostrar todas as mensagens

2010/12/18

Boas Festas - Da Batalha para todo o Mundo, via rádio


Estúdios da rádio Batalha. 11h45. Hoje, programa de Soares Duarte coadjuvado por Zaida Nunes (visíveis na foto-montagem). Tema central: receitas culinárias de Natal, mensagens dos ouvintes, conversas a propósito da época Natalícia que estamos a viver.

A Zaida, para além de participar no programa radiofónico, foi quem confeccionou as filhós acima. Uma delícia, podemos - os que as apreciámos no local - afiançar. Simplesmente uma delícia. E podem crer que não é por ser eu - alegado suspeito de não ser imparcial - a afirmá-lo, aqui e agora. A Zaida tem um dom incontestável para a culinária. A receita penso que é mais ou menso consensual. O segredo está na categoria do/a artista. Os preparativos só posso dizer que são demorados e requerem muita paciência, devoção e muito jeito. Para ficarem com aquele gosto e aspecto, claro está!

Também participei de viva voz na emissão desta Rádio, que transmite desde a bela, histórica e muito carismática cidade da Batalha, para saudar os ouvintes, aproveitar para lhes desejar um Feliz Natal e falar-lhes da minha vivência de Natais passados em Viseu, na minha infância, onde se comia, para além das batatas com bacalhau, arroz de polvo. Uma tradição que se perde na bruma dos tempos.

Muito interessantes, duas histórias relacionadas com esta época:

1- Soares Duarte lembrou (muitos de nós aprendemos) que já Gil Vicente falava das filhós. É do "Auto dos 5 Pastores" que se podem recolher os seguintes versos (a ortografia está actualizada, como é bom de ver):

Comprei farinha de trigo
amassei o meu filhó
e ainda não estava feito
papava-mo a minha avó.


Fiz umas papas de abóboras
por sinal bem meladas.
Lobrigou-mas minha mãe
e foram logo papadas.
-
Fiz uma rápida consulta na Internet. Encontrei esta referência:
Os filhos e as filhós
Eu não sei qual a origem das filhós, como doce. Mas já assim se chamavam no século XVI, pois já Gil Vicente escreveu sobre elas:
mando-vos eu sospirar pola padeira d’Aveiro que haveis de chegar à venda e entam ali desalbardar e albardar o vendeiro senam tever que nos venda vinho a seis, cabra a três pão de calo, filhós de manteiga moça fermosa, lençóis de veludo casa juncada, noite longa chuva com pedra, telhado novo a candea morta e a gaita à porta. Apre zambro empeçarás olha tu nam te ponha eu o colos na rabadilha e verás.
Quanto à etimologia, filhós vem do latim filiola, que significava filha pequena.
Agora, respondendo à pergunta: filhós é tão bom, que todos gostam de comer e ninguém se farta, na noite da consoada, e no dia seguinte.   Por isso é tanto masculino, como feminino, tanto singular, como plural.    Comem todos: o filhós, a filhós, os filhós, as filhós.Há quem use no singular filhó, mas parece-me que está errado.   Nos séculos XIV e XV usava-se filhó por filho, e talvez por detrás desse uso se esconda a origem do bolo.  Não sei! E há também quem use no plural filhoses e também filhozes.   Este plural já entrou no costume, e portanto,segundo os dicionários,  não é errado.
Nos Açores chamam-lhes“malassadas”.   

2- Zaida Nunes falou do conto " O Quebra Nozes e o Rei dos Ratos", de E.T.A. Hoffman. Aliás, esta ideia de se falar da história referida num conto tão célebre, tem a ver, naturalmente, com o conto referido, mas também com o facto de ainda estar em palco em Portugal, o bailado "Quebra Nozes", Música de Pyotr IlYich Thaikovsky, por uma companhia itinerante constituída por solistas dos principais teatros da ex-União Soviética.
Este conto pode ser lido, seguindo este link (aqui).
Posted by Picasa

2010/06/11

CASTELO DE LEIRIA - Os Radioamadores em acção



(clic para melhor ler e observar)

De 11 para 12 do mês em curso, Sexta e Sábado, os Radioamadores da ARAL vão activar a estação CT6ARL a partir do Castelo de Leiria.
Vão estar operativos em onda curta, para todo o Mundo, e em VH/UHF.
Com esta actividade pretendem colaborar com a Junta de Freguesia de Leiria nas Comemorações da VIII Comemoração da criação do Dia desta Freguesia.
O cartão de QSL acima reproduzido, na sua frente e verso, será outorgado a todas as estações que contactarem a CT6ARL, incluindo os radioamadores que se façam presentes no decorrer da emissão e da sessão de lançamento do livro de Adélio Amaro, "Leiria - ao encontro do castelo", um trabalho com que a Editora Folheto vai iniciar uma colecção "Cantos, Recantos e Encantos de Leiria", essencialmente à base de fotografias desta cidade das mais típicas e históricas de Portugal.
O autor deste blogue vai envidar todos os esforços para manter os seus seguidores a par do que se for passando. Os radioamadores passarão toda a noite no Castelo...
-
QSL - cartão confirmativo do contacto via rádio que seja estabelecido com a estação da ARAL, instalada no Castelo. Também será outorgado a todos os que se fizerem presentes no Castelo de Leiria no dia 12, Sábado, mesmo não sendo radioamadores.
-
O autor deste blogue é radioamador desde 1980. Tem o indicativo CT1CIR e estará no ar no período indicado. Aproveitará o ensejo para levar a cabo uma reportagem a propósito deste evento.
Posted by Picasa

2009/11/06

Soares Duarte - Um ano de "Conversas e Ideias" na Rádio Batalha




Soares Duarte, aos microfones da "Rádio Batalha" 104.8 Mhz, via éter e na internet. No dia 4 de Novembro de 2009, festejou na companhia de inúmeros amigos e admiradores, o seu 1º Aniversário do programa que mantém na Rádio Batalha - apesar da sua veterania nas lides da rádio nacional - designado e detentor de grande audiência, "Conversas e Ideias". Este programa ocorre, todas as semanas, entre as 15 e as 17 horas das Quartas-Feiras. É um programa que se abre a todos os que têm coisas interessantes para conversar sobre a região e a actualidade ou que, pelas suas ideias em prol da Cultura e do Desenvolvimento da Sociedade, justificam a sua divulgação pela Rádio, esse poderoso e omnipresente meio de comunicação!

A antena que a partir dum ponto sobranceiro ao Mosteiro da Batalha, um dos mais significativos e emblemáticos da preservação da nossa Cultura Lusófona, irradia através do éter, as emissões desta conceituada "Rádio Batalha".

Daqui se vê uma panorâmica do Mosteiro da Batalha e da sua zona envolvente. Por entre o arvoredo serpenteia a antiga Estrada Nacional 1, actual IC2.

Clicando em cima do bolo poder-se-á ler com facilidade, o poema alusivo à data celebrada, um dos muitos que lhe foram dedicados.
-

Soares Duarte é, de há muitos anos, um dos icons da Rádio e da apresentação de espectáculos musicais e artísticos em geral, sendo um incomparável poeta e declamador com um estilo inconfundível.
Os convites que lhe são endereçados para participar em manifestações culturais continuam a surgir de variadíssimas origens.
Que eu tenha presente, para além de fazer parte da Associação Nacional dos Profissionais da Rádio, também faz parte, como Vice-Presidente, da ACLAL - Academia de Letras e Artes Lusófonas, da qual é sócio fundador.
Durante décadas esteve ao serviço activo da ex-Emissora Nacional.
Um grande e bom amigo!...


Daqui lhe renovo os meus votos de muitas Felicidades e de Parabéns pela qualidade do seu trabalho e dedicação à causa da Rádio.

NB.: Hoje é Dia de S. Nuno de Santa Maria (razão do icon no canto superior direito)

Posted by Picasa

2009/10/15

A blogosfera, Jornal de Leiria, eleições em Leiria e a rádio

Como se informou na entrada anterior, participei na passada quarta-feira, no programa de rádio de Joaquim Jorge, fundador do Clube dos Pensadores e respectivo blogue.
O tempo de emissão teve que ser gerido o mais parcimoniosamente possível, de modo que mal tive tempo para me apresentar. De qualquer modo, gostei de ter feito parte do painel de intervenientes.
-
Esta acção do CdP através do dinamismo de Joaquim Jorge tem neste programa de rádio uma excelente tribuna para fazer ouvir a voz dos que de outra forma não o conseguiriam.

E não tenhamos dúvidas. A rádio, apesar de todas as Novas Tecnologias, continua uma das formas mais práticas de irradiação da informação.

Só falta, de facto, nós passarmos a dispor de Net móvel mais acessível. É que, dessa forma, passávamos a ter acesso à recepção áudio, mesmo a viajar, ou entupido em filas intermináveis e morosas no trânsito citadino, de estações locais a transmitir através da Internet.

-

...Mas, como ia a dizer e não houve tempo para acabar. Aqui em Leiria, o PSD perdeu pela primeira vez a maioria na Câmara Municipal, por uma razão muito simples: A Comissão Política Concelhia propôs que o candidato devia ser o Dr. José António Silva. A Comissão Política Nacional, Dra. Manuela Ferreira Leite à cabeça, vetou esta proposta e impôs a Dra. Isabel Damasceno. Que, aliás, não estava inicialmente, nessa disposição. Quem sabe se a campanha em Leiria, fraquíssima (a própria JSD fez contra-vapor activamente a esta candidatura), não terá sido orientada no sentido de passar a batata quente da gestão financeira da Autarquia para o PS?
O Dr. Raul Castro recebeu um presente envenenado! Só espero é que consiga cumprir as MUITAS PROMESSAS que fez aos Munícipes!?... O que duvido, muito sinceramente!

Mandatos na Câmara:

PS - 4

PSD- 4

CDS- 1

Mais uma vez o CDS de permeio!

António Nunes
(dum comentário que deixei no Clube dos Pensadores) 
IMPORTANTE:
Um simpático Anónimo (vide "comentários") chamou-me a atenção, que desde já agradeço!.... Os mandatos são: 5, 5, 1 e não 4, 4, 1.
Está feita a correcção. O restante mantem-se.
 -
PONTOS de VISTA (in "Jornal de Leiria" de 16/10/2009)



Os cidadãos demonstraram uma grande vontade de mudança,confiaram nas propostas do PS e nos seus candidatos.
As explicações de que o resultado de Leiria se deveu às divisões no PSD perdem consistência pela expressiva diferença de votos em Leiria e Ourém e pelos resultados das legislativas, obtendo os mesmos mandatos que o PSD. Acredito que agora Leiria voltará a ocupar o seu lugar de capital de uma região moderna e empreendedora.
João Vasconcelos, 

assessor do primeiro ministro



2009/08/21

A Rádio Batalha: Soares Duarte à conversa com...

O meu amigo Soares Duarte, um veterano destemido, andarilho da Rádio, desde os tempos da antiga Emissora Nacional, um profissional de reconhecidos e multifacetados méritos nas áreas da comunicação. No sentido mais lato possível que se pode atribuir a esta expressão. Pelo que sei, no percurso da sua vida pessoal e profissional esteve sempre a sua vontade indómita de participar na nobre e ciclópica missão de informar e partilhar ideias e conhecimentos acumulados ao longo de várias décadas.
Mesmo agora, que podia descansar de todas as deambulações duma vida sempre em acção, cá temos no ar ou no palco, a presença incontornável deste grande senhor da cultura e da comunicação. É vê-lo, de gravador ou microfone em punho, sempre na busca de motivos de intervenção na vida do homem em sociedade.
E a declamar poesia? Sua e de outros autores! A última vez que o ouvi, podem crer, senti que chorava o sentir do poema que dizia. Sem chorar, chorava, acompanhando o espírito do poeta!...

Actualmente faz um programa na Rádio Batalha (*), 104.8 FM, às quartas-feiras, das 15 às 17 horas. Lá temos, a sua voz característica, a propalar através do éter, as ideias dos seus convidados, sempre no intuito de manter os seus ouvintes informados do que as pessoas dos mais variados quadrantes sociais, têm para dizer no sentido do fomento da Cultura, da Arte, da vida do homem em sociedade, enfim.

Na última edição, como se pode ver na composição fotográfica acima, esteve à conversa com Zaida Paiva Nunes, poetisa e pessoa interessada na divulgação dos sãos princípios da formação humana, tendo sempre como alvo preferencial, o aperfeiçoamento espiritual de cada um de nós, através da Cultura, particularmente através da Poesia. E foi assim que muito falaram sobre Acácio de Paiva, um dos poetas de referência, nascidos em Leiria e que, como ela própria não se cansa de dizer, um dos Ilustres Esquecidos desta cidade. Porque, na verdade, pouco se tem feito no sentido da divulgação da sua actividade literária, apesar de a sua qualidade estar mais que reconhecida, pela versatilidade dos seus poemas, das suas críticas literárias, da sua propensão para o Teatro, quer escrevendo peças, quer através da sua actuação na imprensa nacional da primeira parte do século passado. Ora apresentando-se com um estilo bucólico e romântico, ora através da ironia da sua fina crítica à sociedade de então.
Mesmo ali, em plena emissão, ficou lançado um repto vigoroso, não só às autoridades competentes, mas também à restante família e a todos os interessados, no sentido de que se comece, desde já, a preparar um evento suficientemente honroso, tendo em vista não se deixar cair no esquecimento tão ilustre personagem.

Como não podia deixar de ser, no meio de vários outros temas, veio à liça, a referência aos livros que Zaida Paiva Nunes, já escreveu, 3 de poemas e um ensaio biográfico e monográfico sobre o seu pai, José Teles de Almeida Paiva, já falecido em 1994 e à própria cidade de Leiria.

Muito mais se poderia continuar a relatar deste meritoso trabalho de Soares Duarte.
Mas porque já vos ocupei muito tempo, nada melhor para terminar por agora, que um poema inédito do próprio Soares Duarte.
(clic para melhor ler)
.
(*) Consultar e ouvir on-line em http://www.radiobatalha.com/)


Posted by Picasa

2009/05/05

clube dos pensadores - colaboração

video
(texto integral em clube dos pensadores)
Hoje, 6Maio2009, debate no Rádio Clube de Matosinhos - entre as 19-20h
...
Anda toda a gente aos gritos, que este País está uma miséria, que o Governo nada faz, o que faz está tudo mal feito, etc, etc. A verdade é que se começa a perceber que o próprio Governo anda à nora e já se apresenta com sintomas de cansaço.
É nestas circunstâncias que já há quem pense seriamente, que, em Portugal, é chegada a hora do BE. Que temos aqui, mesmo à mão, a tábua salvadora!
O Bloco de Esquerda, tal como o conhecemos, ideologicamente e nas suas personalidades, terá condições objectivas para poder participar duma solução alternativa ao actual Governo?

Que nova forma de governar teremos pela frente? Será que se vai conseguir que o Povo se venha a empenhar numa campanha séria para escolhermos a mais favorável à saída desta malfadada crise?


António Santos Nunes
Leiria
(Ler na íntegra no blogue "clube dos pensadores")

2009/03/21

Dias de vida com Poesia



Dia da Poesia
Dia da árvore
Rádio Batalha
104.8 mhz
14-16 horas
Ao microfone
Soares Duarte
e outros poetas

Escutem
Participem
Posted by Picasa