Mostrar mensagens com a etiqueta castro daire. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta castro daire. Mostrar todas as mensagens

2009/12/13

ACLAL - Convívio Natalício em Além do Rio - Gafanhão - Castro Daire


A tradicional refeição de Natal, batatas com bacalhau e couves, regadas a azeite, acompanhadas por um vinho tinto refinado, tudo de produção local da melhor e saudável qualidade biológica. A convite do Presidente da ACLAL - Academia de Letras e Artes Lusófonas, Dr. Arménio de Vasconcelos. Na foto também se pode ver o Prof. Dr. Fernando Paulo Baptista, ilustre Investigador, Ensaísta e Conferencista muito requisitado na área das Letras Lusófonas, Inglês e Humanísticas. (de óculos).
Nesta foto podemos ver o Prof. Paulo Baptista (Viseu), Soares Duarte (Leiria), António Nunes (Viseu/Leiria), (Mangualde) e Vieira da Mota (Cortes - Leiria).
A lareira da sala de estar da casa do Museu Maria da Fontinha.
Arménio Vasconcelos em preparativos para oferecer uma aguardente alicorada (produção caseira de uma das associadas da ACLAL presentes, fórmula secreta, sabor inigualável).

Esta reunião, em pleno coração do Vale e Serras da Paiva, perto de Castro Daire, S. Pedro do Sul e, até mesmo Viseu, prosseguiu, da parte da tarde, trabalhando-se afincadamente até noite cerrada, na busca dos nomes dos patronos da ACLAL, nas áreas da Literatura e das Artes Plásticas.

Essa sessão merece um tratamento especial em post próprio.
-
Ler o nº 1 do Boletim Informativo e Cultural da ACLAL - Nov2009
Posted by Picasa

2009/08/13

ACLAL e Museu Maria da Fontinha - as magníficas vozes de Manhouce com Isabel Silvestre em destaque

video
No decorrer dos actos solenes de Nascimento do Museu Maria da Fontinha, precisamente no 25º aniversário da "Casa-Museu Maria da Fontinha." Simultaneamente foi inaugurado o Museu do Território do Vale da Paiva e Serras, compreendendo 50 núcleos museológicos.
Nesta bela tarde de Sábado, dia 8 de Agosto de 2009, no Auditório "Memorial José Vasconcelos" integrado no conjunto do Museu, foi feita também a apresentação da Academia de Letras e Artes Lusófonas - ACLAL, com o apadrinhamento de centenas de convidados vindos dos mais variados lugares, donde sobressaía uma significativa caravana de ilustres Brasileiros, para além da Presidente da Câmara Municipal de Castro Daire e outras figuras relevantes do campo da Cultura em geral e das Artes do saber fazer.
Mais se vai escrever aqui neste blogue e noutros meios de comunicação. Uma tarde Cultural recheada de tantos, variados e Belos momentos não se pode confinar a esta meia dúzia de imagens escritas e sonoras que aqui já estão gravadas para a posteridade.
Digamos que este registo constituirá a nota 2-n de um conjunto que se está a construir, ao jeito do autor.
Registe-se que esta reportagem em vídeo amador é da autoria do municiador deste blogue. Inevitavelmente com as limitações que se compreenderão.

ACLAL - Academia de Letras e Artes Lusófonas




No passado dia 8 de Agosto de 2009, no Auditório do Museu Maria da Fontinha, em Além do Rio, Castro Daire, sob a égide do Dr. Arménio de Vasconcelos e cerca de 500 outros fundadores, nasceu a "ACADEMIA DE LETRAS E ARTES LUSÓFONAS - ACLAL", de que me orgulho de passar a fazer parte.
O acto solene foi muito emotivo e participativo ou não tivesse como cenário o Território do Vale da Paiva e Serras.

Muito mais se vai escrever sobre este excepcional evento, o que não acontece desde já dada a exiguidade de espaço própria dum blogue.
Pode-se ler da Vida e Obra do Ilustre homem de Letras, Artes e Mestrando em Museologia, Dr.. Arménio de Vasconcelos seguindo este link.
Posted by Picasa

2008/09/04

Dutruc - Via Sacra na Capela da Casa-Museu Maria da Fontinha



Muito mais se poderia escrever sobre todo a mística que envolve o local único onde está implantado um dos melhores museus particulares que existem em Portugal. Muito está dito no respectivo site na Net, já aqui foi referenciado. De qualquer modo, não poderia deixar de apresentar, nesta oportunidade, alguns aspectos de pormenor, constantes duma reportagem fotográfica que tive a honra de poder levar a cabo na visita guiada pelo próprio Fundador e Director, para além dos que têm vindo a ser reportados nas entradas anteriores, que focaram essencialmente, o Museu propriamente dito.
Hoje, aborda-se, em exclusivo, a Capela Privativa da Casa-Museu, aberta ao público, que o foi em 1982.
Talvez o maior motivo de admiração do interior desta capela venha a ser a exposição de 14 quadros pintados em relevo esculpido pelo célebre escultor francês do séc. XIX, Dutruc, que viveu e trabalhou em Paris e Lyon e que representam com um rigor esplendoroso toda a Via Sacra percorrida por Jesus, de acordo com os ditames fundamentais da Religião Cristã.
Ampliando-se as fotos melhor se podem apreciar os pormenores do excelso trabalho produzido por este grande escultor. Convém dizer que esta Via Sacra foi instalada inicialmente na Igreja Matriz de Lyon, que acabou bombardeada e praticamente destruída no decorrer da I Grande Guerra, a de 1914-1918. Dos escombros dessa Igreja foram recuperados os quadros agora expostos para a admiração geral, que o Fundador do Museu Maria da Fontinha acabou por adquirir num antiquário em Condeixa - Portugal, em 1979, e os mandou incrustar nas paredes da
Capela Maria da Fontinha, em Além Rio - Castro Daire.
Estes trabalhos já foram filmados pelo Conservador do Museu do Louvre, o que demonstra bem o interesse (aliás perfeitamente natural) daquela famosa e completíssima instituição museológica.
...
(continua)
Posted by Picasa

2008/08/27

Museu Maria da Fontinha - Castro Daire



Como já havia sido prometido na entrada precedente, apresenta-se, muito sumariamente, o Museu Maria da Fontinha, localizado mais precisamente no lugar de Além do Rio, concelho de Castro Daire.
A primeira fotografia mostra-nos uma imagem do seu Fundador e Director, Dr. Arménio de Vasconcelos(*), licenciado em Direito, por Coimbra. É membro do Conseil International des Musées, da UNESCO e da Associação Portuguesa de Escritores. Mestrando em Museologia na Universidade de Évora. Pelo que me é dado observar, nos contactos pessoais, de companheiro Governador Elista dos Distritos do centro de Portugal e de amigo de longa data, os estudos, investigações e organização do próximo futuro "Museu do Território do Vale da Paiva e Serras" estão a ser encarados com tal entusiasmo e empenhamento, que mais deveriam vir a constituir-se numa Tese de verdadeiro Doutoramento, tal o rigor que Arménio de Vasconcelos tem vindo a demonstrar na sua preparação.
As fotos seguintes pretendem dar uma amostra ainda que mínima em quantidade, das peças que constituem o acervo do Museu Maria da Fontinha, futuro Núcleo Museológico de referência daquele que virá a ser o Museu do Território da terra que ele tanto ama. Com toda a razão, deve-se acrescentar.
Repare-se na peça única e valiosíssima de Soares dos Reis, o molde original em gesso, que, em 1881, permitiu a execução em mármore da estátua da filha dos Condes de Almedina. A criança faleceu poucos dias depois. Também foi feita uma segunda estátua em bronze, que se encontra num Museu no Brasil, mas acerca da qual se está a levantar uma acesa polémica porque a Directora desse Museu não admite que será efectivamente um trabalho de Soares dos Reis. Acrescente-se que o molde original, depois de devidamente analisado, provou-se que tem 50 impressões digitais do grande artista portuense e do Mundo. O conjunto colocado na foto 3 representa vários instrumentos musicais e um xaile que pertenceram a Amália Rodrigues, para sempre recordada pela sua vida longa e preciosa em prol do Fado, cantado com a sua incomparável voz e a que também legou alguns poemas escritos pelo seu próprio punho.

...
(*) A biografia de Arménio de Vasconcelos daria para escrever um livro, tenho a certeza disso. (mais).
... (continua. Seria imperdoável não o fazer.)

2008/08/23

para além do rio - Vale do Rio Paiva e Serras



..........................................................................(clic para ampliar)

Nas nossas deambulações de férias de alguns dias deste mês de Agosto, acabámos por chegar a este lugar de encanto e de poesia: Além Rio, Castro Daire.

A dois passos deste Penedo, permanentemente a olhar a solidão dos penhascos e penedias que têm por tapete o vale das bordas da Paiva que, serpenteante e musical segue, cristalina e límpida, em direcção ao Douro, deixando maravilhado o visitante, existe o Museu Maria da Fontinha.

Aqui se podem ver e assim extasiar a vista e o coração, o Monte de São Macário, as Serras da Gralheira, da Arada, da Freita, do Montejunto e os Vales da Paiva e do Sul.

Não admira pois, que o Fundador e Director deste Museu, Arménio de Vasconcelos, se nos mostre e à sua poesia, com todo o deslumbramento que uma paisagem desta dimensão (diria mesmo, quase do outro Mundo), no seu livro "para além do rio", editado em 2004.

No acervo deste museu, existem milhares de peças oriundas do Brasil, obras de autores portugueses e de duas centenas de outros países.

Na sua inauguração, em 1984, estiveram presentes os então Presidente da República Portuguesa e Ministro da Cultura, o Embaixador do Brasil, bem como centenas de Artistas Plásticos e Escritores.

A propósito escreveu a eterna "Sophia de Mello Breyner":

"Museu

Aqui - como convém aos mortais -

Tudo é divino

E a pintura embriaga mais

Que o próprio vinho."

...

- livro "para além do rio" - Arménio de Vasconcelos - Ed. 2004 - Fundação Maria da Fontinha

- Consultar os blogues de Arménio de Vasconcelos e da "Casa-Museu Maria da Fontinha"

(continua) - Tivémos o privilégio de fazer uma visita pessoalmente guiada pelo próprio Dr. Arménio de Vasconcelos, do qual obtive autorização expressa para publicar a reportagem que na altura tive ocasião de desenvolver.Posted by Picasa