Mostrar mensagens com a etiqueta aniversários. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta aniversários. Mostrar todas as mensagens

2017/08/07

A minha mãe aos 93 anos. Recordou-nos uma das suas canções preferidas: "Carmencita" que, nos anos 50 era uma das bandeiras de Amália Rodrigues

 A minha mãe fez 93 anos. Presenteou-nos com uns momentos a recordar os seus velhos tempos de juventude. Lembro-me tão bem de a ouvir a cantar as canções e fados da Amália Rodrigues. Como se pode apreciar no vídeo abaixo continua com uma voz invejável ! Obrigado Mãe!

Quando Regressámos, eu e a Zaida, a Leiria, encontrámos a Lua, assim, cheia, a sorrir-nos!




...

2017/03/20

Família Nunes - Casal de Ribafeita - Viseu. Uma árvore cujos ramos se estão a entrelaçar fortemente com os ramos de outras árvores


No passado domingo, 19 de Março de 2017, que, por acaso também era o Dia do Pai, reuniu-se quase toda a família que teve como origem comum, o casal Daniel Nunes e Maria da Encarnação. A origem desta grande família está no lugar de Casal, freguesia de Ribafeita, concelho de Viseu. Estamos espalhados por Viseu, Coimbra, Covilhã, Leiria, Porto, e, até, Inglaterra. 
Um dia destes, espero ser capaz de começar a escrever uma monografia desta família e da sua ligação mais chegada aos Quintais, Maias, Victorinos. Já estamos espalhados pelo Brasil, Austrália, Inglaterra.
O ponto de encontro foi na «Taberna Bate-Mal», em Abravezes - Viseu, da gerência do Filipe Nunes (sobrinho) e fomos recebidos com uma qualidade de serviço e de cozinha fora de série.
Fiquei fã. 




2017/03/03

Perspetivas dum mês de Março cheio de atividade. A propósito do 98º Aniversário de Eva de Sousa Esteves Paiva.


 Zaida e sua mãe Eva Paiva, no dia do seu 98º Aniversário, no Lar da Adesba - Barreira
 A Edite e a Zaida, primas como se fossem irmãs.

Foto em contraluz. O Álvaro Lucas Pereira, marido da Edite. Primo.
---
Texto originalmente publicado no meu FB
-
Este mês de Março perspetiva-se como um mês cheio... Pois que assim seja!
1- Ainda em fev(27) a minha sogra, Eva Paiva, entrou nos 98 anos de idade com o aspeto que se pode ver na fotografia abaixo, ao lado da sua filha Zaida;
2- Amigos meus vão apresentar um duplo CD com música e poesia;
São eles: Carlos Pires (Poesia) e Pedro Jordão (composição Musical);
3- Idem na organização e participação numa Ronda Poética em Leiria, coordenação de Paulo Costa;
4- O meu pai irá fazer 93 anos de idade;e a Ana Damaso e a Carolina também aniversariam neste mês;
5- O meu blogue "DISPERSAMENTE..." vai entrar no seu 11º ano de atividade;
6- O AQVS(*) vai de vento em popa...
7- A Tertúlia dos "Serões Literários das Cortes" do próximo dia 11 vai aflorar a questão essencial "Que é uma Coisa?";
8- A convite do meu amigo Arménio Dos Santos Vasconcelos e na qualidade de membros da Academia Aclal Letras Artes Lusófonas , eu e a Zaida, vamos participar nas comemorações do 5º aniversário dos Jornal Sem Fronteiras (Brasil e mundo lusófono), com sessões culturais e de homenagens em Lisboa, Mosteiro da Batalha, Castelo de Leiria, Figueiró dos Vinhos (Museu e Casa Cultural de Almofala), Museu Maria da Fontinha (Além-Rio- Castro Daire), etc
9- O meu amigo Carlos Lopes Pires vai lançar aos sete ventos um seu livro de poesia (mais um, mas sempre com a sua verve a fazer prevalecer o seu humanismo e a sua preocupação estética acima de tudo) que será já no dia 1 de abril. Mas é verdade, segundo afiança o autor e o editor (TextiVerso) corrobora.
... E assim vai o mundo ...

(*) movimento clandestino e ultrassecreto.(bolas! na ortografia antes do AO90 era ultra-secreto). Ironia nossa, do núcleo duro dos Serões Literários das Cortes. 

2016/09/23

A minha neta Mafalda Moura e o 10º Aniversário deste meu blog (blogue).




Depois de ter ouvido reiteradas críticas ao amadorismo (para não dizer banalidade) da capa deste meu blogue (se calhar vou passar a usar o termo em inglês ´blog`) aqui fica o registo duma nova imagem que passará a representar o "DISPERSAMENTE...".
A pretexto da proximidade da data do 10º Aniversário deste blogue (cá estou eu a voltar para o uso do termo em português, ou aportuguesado seguindo a oralidade da palavra em inglês) decidi-me a falar com a minha neta Mafalda (endereço do FB) para me remoçar a imagem pública deste velhote (o blogue, bem entendido).
O resultado, à primeira tentativa, foi o que está exposto acima.
Gosto.
-
Estou a estudar uma fórmula para comemorar este evento. 
-
Vou tentar fazer um inventário retrospetico de todos os meus companheiros desta longa jornada, tantos e tão bons que foram e são (enfim, alguns até já lhes perdi o rasto, outros já se terão transmutado para outra dimensão...) e atribuir um Diploma conforme modelo acima.
-
A ver vamos, estamos em finais de setembro, falta mês e meio.
Entretanto, vou escrever uma Carta Aberta ao "DISPERSAMENTE...". Sinto que lhe devo essa consideração. Ao mesmo tempo será, para mim, uma forma de lhe agradecer, também, todos estes anos de aventura no mundo das Novas Tecnologias e veículo condutor para tantas reportagens e crónicas, fotográficas, literárias e históricas.
O "Dispersamente..." proporcionou-me o estímulo necessário à edição de variadas composições multimédia. Tem sido muito o que consegui aprender e deixar registado sobre Leiria. Por exemplo, numa rubrica que me tem sido muito querida e que eu apelidei "Dentro de ti ó Leiria" ou "Viver em Leiria". Como auxiliar de memória fica - não só para minha própria consulta, mas também de todos os leitores interessados - um "Índice Temático" que está à vista do leitor na barra lateral deste blogue. Está identificado com o título: "temas ordenados alfabeticamente".
Quantas vezes não me tenho socorrido desse índice para recuperar informação que aqui tenho deixado registada. O mesmo tenho constatado que tem acontecido com pessoas individuais e instituições, cujo feedeback me tem chegado com regularidade através de contactos por e-mail a pedirem-me colaboração relativamente a alguns temas que fui abordando e registando ao longo destes anos.
O próprio motor de busca da Google tem sido uma ferramenta, hoje em dia imprescindível, para se localizarem fontes de informação para as mais diversificadas investigações e consultas oriundas deste blog
Até breve.
António Nunes






2016/08/28

Coincidências assombrosas: a minha tia ALCINA fez 91 anos e a CP, rádio e Televisão associaram-se ao evento.



Aniversário da minha tia Alcina, irmã do meu pai (91º)

Fragmentos do FB da prima Teresa Amores:

Bem!!! Este aniversário ela não vai esquecer!! Saiu de casa a pensar que ia ser um aniversario muito calminho...só com os filhos nora e genro... afinal apareceu a sic, a tvi, o jornal....prenda da CP, flores, rancho....nada que ela não mereça, mas não era preciso tanto!!!


António Nunes : Eu vi na TV mas fiquei tão assarapantado com a coincidência que até fiquei na dúvida. Afinal confirma-se. Muitos parabéns, minha tia, embora atrasados.
---
A placa identificativa da locomotiva da CP, que percorre a linha do Tua, ao longo do Douro. 

Foi construída precisamente no ano em que a minha tia Alcina nasceu.
---

- Vou rever a reportagem da SIC.
- Entretanto, também aqui fica o link dum vídeo da TVI:
http://www.tvi24.iol.pt/videos/sociedade/locomotiva-historica-do-douro-e-idosa-comemoram-juntos-91-anos/57c2022d0cf2b1af98330572

2016/08/17

Minha mãe, minha mãe...




mãe
agora que estou
a caminhar para velho
tem-me dado para poetar
dizer das minhas emoções
moldadas aos anos
que dobam o tempo
como a minha avó dobava o linho
há um dia no calendário
em que nele está marcado
o teu nome santo Encarnação
a marca é do teu aniversário
e é feita com o coração
rogo-te, mãe
que tenhas gosto em viver
os anos que te apetecer
nós cá estamos para te ver
não cuides que te vamos esquecer
Porque assim mesmo agora te vi
do mesmo modo
agora mesmo estas linhas te escrevi
Parabéns mãe
4 de agosto de 2016 (n: 1924)

2016/05/12

Guilherme aos 18 anos


Sou avô deste jovem, filho da minha filha Ines Paiva
Hoje faz 18 anos, o Guilherme Moura
Guilherme Nunes de Moura 
Desejo-te todas as venturas deste mundo
A tua avó Zaida, aqui ao meu lado
Também.
Que sejas muito feliz, Guilherme
Um abraço do tamanho do mundo
Beijinhos


(no FB https://www.facebook.com/orelhavoadora?fref=nf )



No jantar dos 18 do meu menino. Já é um homem, que orgulho! (mãe Inês no FB)



Jantar bom e barato... Apesar de os meus amores não terem preço... — em Café 32. (FB da mãe Inês)

2015/06/22

ZAIDA PAIVA NUNES em festa do 70º aniversário promovida pela Marta Moita no Solar do Visconde da Barreira - Leiria

I Parte

Também aqui serão mostradas as fotos da exposição foto-literária de Marta Moita.
Marta Moita e a maestrina do Coral Polifónico Jubilare de Alcanena, Maria do Céu Lopes.


Marta Moita (licenciada em Estudos Portugueses), a cuja persistência e criatividade se ficou a dever esta sessão evocativa da figura e trabalho literário como poeta e amiga de Zaida Paiva Nunes (Pelos seus 70 anos).
Dr. Óscar Martins, Diretor da Biblioteca Municipal de Alcanena, animador incansável de há mais de 10 anos do Grupo de Poesia e Cultura da Biblioteca, do qual fazemos parte.
Zaida Paiva Nunes, ainda com ar de surpresa pela calorosa receção que lhe foi proporcionada com uma atuação magistral do Coral Polifónico Jubilare de Alcanena.

II Parte

Zaida Paiva Nunes, Maria do Céu Lopes, maestrina do Coro Polifónico Jubilare de Alcanena e Marta Moita, entre os elementos do Grupo Coral.



 Um aspeto muito parcelar da exposição foto-literária de Marta Moita, que ficou patente no salão do Solar do Visconde da Barreira.
 Zaida Nunes e Júlia Moniz, da Barreira, escritora e poeta de renome, muito ligada às coisas da sua terra e que não quis perder esta oportunidade de estar presente.
 A Zaida, o Óscar e o Carlos Alberto. O nosso querido amigo Carlos Alberto disponibilizou-se a transportar os elementos do Grupo Coral, para o que conseguiu a colaboração do Clube de Futebol de Alcanena e do Clube de Atletismo também de Alcanena.



No recanto do jardim de nossa casa, nos Lourais - Barreira, imediatamente após a sessão no Solar do Visconde. Os elementos do Coro de Alcanena foram inexcedíveis em aplicação e convívio. 
Aqui a cantarem mais um dos temas do seu vasto reportório. 
Uma alegria e saudável confraternização.

Colaborações a quem é de agradecer toda a disponibilidade demonstrada para que esta sessão fosse um sucesso.

2015/05/11

Serões Literários das Cortes: no XVI Aniversário







A Zaida a apresentar o seu trabalho " A Cibernética e a Informação"


´o poema esverdeado foi escrito sobre o aniversário (se tivesse que ter um título chamar-se-ia "confissão aos amigos dos Serões")..`

Carlos Lopes Pires


Dava-se o caso que precisamente neste serão se comemorava o 16º aniversário do "Serões Literários das Cortes".

2014/10/01

"Lolita" - escultura de Maria Rita Pires inaugurada no 12º aniversário da Biblioteca Municipal de Alcanena

Inauguração da estátua "Lolita" de Maria Rita Pires, no 12º Aniversário da Biblioteca Municipal de Alcanena, no dia  28 de Setembro de 2014. Na fotos, para além da escultora (http://www.mariarita.com), a vereadora do pelouro da cultura e Vice Presidente da CM Alcanena, Dra. Maria João Martins Antunes Gomez e o Diretor do Centro de Investigação Prof. Dr. Joaquim Veríssimo Serrão.



2014/06/15

À Zaida, com amor



2014/04/08

No 85º aniversário de Jacques Brel


Jacques Romain Georges Brel (Ltspkr.png pronúncia do nome em francês) (Schaerbeek, 8 de Abril de 1929 — Bobigny, 9 de Outubro de 1978) foi um autor de canções, compositor e cantor belga francófono. Esteve ainda ligado ao cinema de língua francesa. Tornou-se internacionalmente conhecido pela música Ne me quitte pas, interpretada e composta por ele. (Wikipédia)



2014/03/19

O meu pai fez 90 anos em 13 de Março de 2014; juntámo-nos quase todos, em S. Pedro do Sul, na Adega do Ti Joaquim




A Sildina, a Lurdes, a Isabelita (a caçula dos irmãos), o Vitor e eu ... o nosso pai Daniel e a mãe Encarnação.



Quem sobe a EN que liga a Viseu ... o Rio Vouga
Já no regresso...


Indescritível a sensação destas linhas curvas a definir o horizonte serrano das terras desta zona de S. Pedro do Sul e Vale da Paiva.
A Serra de S. Macário, talvez também a Arada ou Montemuro...


O rio Vouga, ali vai em terras de S. Pedro do Sul