Mostrar mensagens com a etiqueta Livros-lançamentos. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Livros-lançamentos. Mostrar todas as mensagens

2016/11/07

Pedro Jordão: apresentação do seu livro «Textos cínicos de amargura variável" - 5 Novembro de 2016

AQVS- Movimento : Pedro Jordão: apresentação do seu livro «Textos cínicos de amargura variável" - 5 Novembro de 2016

***
***
O blogue acima, aqui "linkado", não deverá ter vida duradoura. Foi criado com a intenção de servir de plataforma de estudo e reflexão sobre os princípios e métodos científicos a usar tendo em vista um movimento que ficou em coma logo à nascença. E parece que não dá mostras de ser capaz de vingar.
A ver vamos...
Assim sendo, aqui deixo as fotos que eu tirei no decorrer do lançamento do livro do meu caro amigo e companheiro tertuliano dos "Serões Literários das Cortes", Pedro Jordão.
Conheço o Pedro Jordão desde há dois anos, talvez. Já tenho alguma dificuldade em me situar corretamente no tempo que vai passando a uma velocidade que, cada dia que passa, mais e mais me impressiona.
Ah, não o conhecem?! Então leiam o que o "Jornal das Cortes" já publicou. É só seguir o link.
Se o quiserem ouvir a apresentar o seu livro "textos cínicos de amargura variável", Ed. Textiverso - 2016 podem abrir um vídeo que eu próprio produzi. Ressalve-se, desde já, o amadorismo desta produção, como de tantas outras que já armazenei no meu canal do YouTube. 











2016/09/18

Aquilino Ribeiro: Lançamento da reedição de "Cinco Réis de Gente" na sua terra natal



Jorge Coelho, político e empresário reconhecidamente dotado, psíquica e culturalmente.
Foi quem escreveu a "Introdução" ao livro.
No Pátio dos Sanhudos, Carregal, Sernancelhe, distrito de Viseu, local onde terá nascido Aquilino Ribeiro.
Ao seu lado direito, Aquilino Machado, neto de Aquilino, que fez a apresentação do livro.



Fotografias retiradas do ´Facebook`de Rosa Monteiro

Tive muita pena de não poder ter estado presente. Pelo que depreendo das informações e reportagens que têm chegado ao meu conhecimento, valeu a pena. Valeu a pena ter vivido aqueles momentos ímpares, naquela terra mítica, no próprio pátio da casa onde nasceu o, para sempre, Mestre da Literatura Portuguesa e narrador inquestionável do Povo e da vida em Portugal no séc. XX nos seus mais ínfimos pormenores e emoções.
---
Mais em Redescobrindo Aquilino Ribeiro no Facebook.
---

No lançamento da nova edição do "Cinco Réis de Gente", Carregal/Sernancelhe.

Carlos Silva, Jorge Coelho, Aquilino Machado, José Eduardo Ferreira, Pedro Albuquerque, Eduardo Boavida, Paulo Neto e José Morgado. Pela primeira vez num evento aquiliniano, juntos os 3 autarcas das Terras do Demo (foto de Paulo Pinto).

(Retirado do FB de Aquilino Machado)

2016/09/15

Aquilino Ribeiro - reedição do seu livro "Cinco Réis de Gente" -


Capa da autoria do pintor Viseense Pedro Albuquerque

MUNICÍPIO E BERTRAND REEDITAM “CINCO RÉIS DE GENTE”, DE AQUILINO RIBEIRO.

O Município de Sernancelhe e a Bertrand estabeleceram uma parceria para reeditar a obra “Cinco Réis de Gente”, de Aquilino Ribeiro. A obra conta com prefácio da escritora Luísa Costa Gomes, introdução de Jorge Coelho, nota de abertura de Aquilino Machado, neto do escritor, e capa do pintor viseense Pedro Albuquerque. A apresentação, coincidindo com o mês de nascimento do escritor, será no dia 17 de setembro, no Pátio Aquilino Ribeiro, Freguesia do Carregal, junto à casa onde nasceu.
“Cinco Réis de Gente” foi publicado por Aquilino Ribeiro em 1948. Ficciona a sua infância, passada no Carregal, de 1885 a 1895, desvendando o lugar, a Igreja, o Pátio, os ciprestes, as gentes, os ritos e rituais de um tempo que explica a história do lugar e do Concelho.
Jorge Coelho, natural de Mangualde, distrito de Viseu, empresário e gestor, e que fez parte do XIV Governo Constitucional ocupando os cargos de Ministro do Equipamento Social, Ministro da Presidência e Ministro de Estado, acedeu a elaborar a nota introdutória do livro “Cinco Réis de Gente” e fará, em
colaboração com Aquilino Machado, neto do escritor, a apresentação do livro no Pátio onde Aquilino brincou enquanto criança.
O prefácio é da autoria da escritora Luísa Costa Gomes, vencedora do Prémio D. Dinis (1988), Prémio Máxima de Literatura (1995), Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco (1997), Prémio P.E.N. Clube Português de Novelística (2010), Prémio Fernando Namora (2010) e Grande Prémio de Literatura (2015), instituído pelo DST Group.
Esgotada há muito, a obra “Cinco Réis de Gente” assume importância capital para o entendimento da vida do escritor Aquilino Ribeiro, pois desvenda as suas memórias de infância, cujo percurso literário encontra continuidade com a publicação das obras “Uma Luz ao Longe”, “A Via Sinuosa”, “Lápides Partidas” e um “Escritor Confessa-se”, esta uma edição póstuma, de 1974.
“Cinco Réis de Gente” é, de resto, a vigésima obra de Aquilino Ribeiro a merecer uma reedição da Bertrand, a editora de sempre do Mestre das Terras do Demo. Com a associação do Município de Sernancelhe a este projeto o logotipo surgirá impresso na contracapa e na ficha técnica do livro.
Com uma tiragem mínima de 1500 exemplares, será distribuída a nível nacional pela Bertrand Editora a partir de 17 de setembro.

2015/12/06

CALBERTO - Livro de poemas: UTOPIA CAOS POESIA; Sessão cultural/artística no artspace João Carvalho 6dez2015



---

No dia 6 de dezembro de 2015, no SalãoAtelier «artspace João Carvalho», em Gouxaria - Alcanena, teve aqui lugar uma sessão cultural constituída por uma apresentação musical em Violoncelo, uma exposição de pintura de Emanuel Fernandes "Scenes of Vice, Scenes of Sacrifice", Exposição Permanente "O nu eterno" de João Carvalho e o lançamento do livro de Carlos Alberto, "UTOPIA/CAOS".

-

-


---








2015/10/19

SONHOS - Um novo livro de Poesia da Zaida (Fotografias e montagem vídeo)

Apresentação do livro "SONHOS" de Zaida Paiva Nunes
18 de Outubro de 2015
Associação Cultural "SEMPRAUDAZ", ao Centro Cívico Espaço Eça - em Leiria

























































Norberto Santos, Isabel Santos (irmã), Vitor Nunes (irmão), Zaida Paiva Nunes (autora do livro), António Nunes (eu), Teresa Nunes, Maria de Lurdes (irmã).

O Miguel Reis (sobrinho) e Ana Duarte (namorada)
Paulo Rodrigues (marido da Inês)  e Maria Inês (filha)
---
https://drive.google.com/file/d/0BxQSPO7qWKkbLXRJc2xVYUZ5NWs/view?usp=sharing

(Índice orientador:) - Muito Obrigado/a a todos os amigos presentes -
até 1,56 min (Beatriz Sá Vieira em guitarra clássica)
1,57 min Isabel Soares a declamar "Quantos sonhos, os meus"
3,12 min David Teles Ferreira a declamar "O meu sonho" p. 14
4,18 min Zaida P Nunes inicia a sua exposição
11,33 m (ref à Mafalda Moura )
12,00 m (ref particular aos cunhados/meus irmãos e sobrinhos de Viseu e do Porto)
12,16 m (Ref à mãe Eva Paiva - entrega flores)
14,13 m (intervenção de Bea Sá Vieira a finalizar. Obrigado Beatriz...)

-
Vídeo-resumo conforme está publicado no Facebook 
https://youtu.be/dtCHllPLkok